Câmara Municipal de Paraiso
conteúdo do menu

Câmara Municipal de Paraiso

conteúdo principal
conteúdo principal

Notícia


Em entrevista a Rádio Paraíso FM, na tarde desta quarta-feira (27), o vereador JC (MDB) falou do projeto de Lei do Executivo 157, que alterava os valores cobrados do IPTU, o projeto foi a plenário, votado é reprovado pelos parlamentares.

Para JC, o projeto foi bastante estudado e todos os vereadores se dedicaram a ele para chegar a uma votação.  “O projeto ficou na Câmara por 130 dias, fizemos inclusive uma audiência Pública sobre o tema com a população, e acompanhamos a vontade do povo.” Disse JC.

Para o vereador o projeto se aprovado causaria um grande impacto no bolso do cidadão, o que no momento seria inaceitável.

“Esse projeto teria um grande impacto no bolso do cidadão, lembrando que o  teor do projeto é muito parecido com o que foi feito na cidade de Palmas , e todos sabemos no que deu”, referindo se ao aumento do IPTU na Capital,  no ano de 2018 ,é que foi alvo de muita reclamação e até de denuncia do Ministério Publico , que viu como abusivo alguns casos.

Um exemplo claro de como ficaria o valor do IPTU de um imóvel rústico em Paraíso, seria o seguinte.

Hoje um imóvel residencial rústico, considerado mais simples em Paraíso, esta por volta de R$1,50 o metro quadrado, com o aumento esse mesmo imóvel iria para R$ 16,00 o metro quadrado. Exemplo: de R$ 28,00 para R$ 297,00.

Outro exemplo é o do residencial simples, para Jc , um imóvel que hoje paga R$ 57,00 de IPTU passaria à pagar  R$ 484, , segundo o projeto.

O vereador deu mais detalhes sobre o polêmico projeto 157,e sua opinião , confira a entrevista na integra:

 https://soundcloud.com/user-975189640/farcom-tocantins-27-02-2019-12-00-07

Ascam

GALERIA DE FOTOS