Câmara Municipal de Paraiso
conteúdo do menu

Câmara Municipal de Paraiso

conteúdo principal
conteúdo principal

Notícia


    O acesso à água e ao saneamento é reconhecido internacionalmente como um direito humano. Ainda assim, mais de 2 bilhões de pessoas não dispõem dos serviços mais básicos. Às vésperas do Dia Mundial da Água, foi lançado o último Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, e traz os sinais de exclusão e imagina meios de contorná-los. O tema desse ano é “Água Para Todos”. Os dados da ONU omitem disparidades acentuadas. Metade das pessoas que bebem água retirada de fontes não seguras vivem na África, onde apenas 24% da população têm acesso à água potável segura, e só 28% têm instalações sanitárias básicas que não são compartilhadas com outras residências. Essas situações ocorrem também nos sertões do Brasil.

Poluição da água

A poluição da água é uma grande preocupação, elas são resultado das alterações de sua qualidade e que a tornam imprópria para o consumo e prejudicial aos organismos vivos que nela habitam.

Problemas como a urbanização, construção de rodovias, indústrias, represamento, desmatamento, expansão da agricultura e pecuária, afetam consideravelmente o meio ambiente.

Todos eles comprometem diversos recursos naturais renováveis e não renováveis trazendo desequilíbrios ao solo, água e ar.

  A água é um dos recursos finitos mais essenciais para a sobrevivência da vida no planeta, pois colabora com os ciclos naturais e ainda, é fundamental para a produção de alimentos.

Importante destacar que o ser humano é formado em grande parte por água (cerca de 70% do nosso corpo).  Neste dia Mundial da água, cabe a reflexão sobre o seu uso consciente;

 

5 dicas para não desperdiçar água

1 – Use um balde no chuveiro

Ao esperar enquanto o chuveiro aquece o suficiente para seu banho, muita água escorre pelo ralo sem ser, de fato, utilizada. Para evitar esse desperdício, coloque um balde sob o chuveiro, da próxima vez, dessa forma você estará captando a água que não serviria para nada – e pode utilizá-la para algo útil.

2 – Capte a água da chuva

Uma cisterna ou mesmo um barril colocados sob a calha podem fazer maravilhas na captação de água da chuva. Se você não quer gastar muito, opte por um sistema mais simples e barato – qualquer esforço é válido, nesse sentido. A calha te ajudará a captar uma maior quantidade de água a cada tempestade.

3 – Reutilize

Quando cozinhar macarrão, não jogue a água usada fora. Posicione o escorredor sobre outra panela para armazenar a água e, depois que ela esfriar, regue suas plantas com ela.

A cozinha, aliás, é um ótimo lugar para exercitar a reciclagem de água. Não apenas a utilizada no cozimento do macarrão é útil e, ao lavar os vegetais – frutas, verduras e legumes -, você pode posicionar uma bacia embaixo deles e, posteriormente, reutilizar toda aquela água que seria jogada fora.

4 – Instale um sistema para reutilizar a “água cinza”

A água cinza é toda água residual – ou seja, que já foi utilizada uma vez – que não contenha esgoto, por exemplo a água utilizada no banho, na lavagem de roupas ou quando você lava as mãos.

Há sistemas profissionais para captação e reutilização dessa água, como alguns que enviam a água do chuveiro para a descarga do vaso sanitário. Entretanto, se você não quer gastar com a instalação de um sistema profissional, pode simplesmente dedicar-se a captar a água cinza da sua máquina de lavar utilizando baldes, bacias e mesmo o próprio tanque de roupas. Depois, essa água pode ser usada para lavar as calçadas ou áreas molhadas da casa.

5 – Não jogue água potável fora

Isso serve para aqueles copos e outros recipientes contendo água, que podem ser esquecidos pela casa. Ao encontra-los, a atitude natural seria jogar o conteúdo fora, mas vale a pena pensar melhor: regar as plantas, por exemplo, pode ser uma boa saída para não desperdiçar H2O.

GALERIA DE FOTOS