conteúdo do menu

Câmara Municipal de Paraiso

conteúdo principal
conteúdo principal

Notícia

 

O Dia Nacional do Trânsito é celebrado  no Brasil no dia 25 de setembro. A iniciativa, coordenada pela Secretaria Nacional de Transportes Terrestres (SNTT) e pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), tem como objetivo conscientizar motoristas, ciclistas e pedestres para ações que transformem o trânsito em um ambiente seguro. O tema definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para o ano de 2019 é “NO TRÂNSITO, O SENTIDO É A VIDA”.

De acordo com o artigo primeiro, § 1º da lei de trânsito em vigor no Brasil, “Considera-se trânsito a utilização das vias por pessoas, veículos e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga ou descarga”.

O trânsito é importante para a economia de um país, por interligar produções industriais ou naturais aos consumidores, através dos meios de transporte. Além disso, proporcionando o fluxo de pessoas para o trabalho, escola, médico, diversão, etc.

Este ano, o foco das campanhas de trânsito serão os mais vulneráveis no trânsito: pedestres, ciclistas e motociclistas.

O presidente da Câmara Municipal, vereador João Camargo, explicou que, este ano, o foco das campanhas de trânsito serão os mais vulneráveis no trânsito: pedestres, ciclistas e motociclistas é que a Câmara apoiará essa campanha que é tão importante para a sociedade “Os vereadores estão sempre empenhados com a maior segurança no trânsito, criamos vários requerimentos e Leis voltados para melhorias das vias públicas, sinalizações, é segurança tanto de pedestres como de condutores, além de apoio a todas as campanhas de educação é blitz  em Paraíso” disse.

 Em 2016, quando foi realizado o último levantamento do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, o país registrou 37.345 mortes no trânsito. O número equivale a aproximadamente 102 vidas perdidas por dia.

Dados do seguro DPVAT revelaram que, de 2008 a 2017, cerca de 500 mil pessoas perderam a vida no trânsito brasileiro e outras 3 milhões ficaram com algum tipo de invalidez.

Ascom

 

 

 

 

 

 

 

GALERIA DE FOTOS